Responsável Técnico: Dr. Gladyston Matioski CRM 21048/PR

Como é feita a Artroscopia de Quadril?

Apesar de não ser tão comum quanto a artroscopia do joelho ou ombro, a artroscopia do quadril é realizada há muitos anos e tem bons índices de eficácia. Trata-se de um procedimento cirúrgico que permite a visualização da articulação do quadril sem necessidade de grandes incisões. A artroscopia é indicada para diagnosticar e tratar uma ampla variedade de problemas no quadril, sendo o impacto fêmoro-acetabular (IFA) uma das causas mais comuns.

Durante a artroscopia do quadril o cirurgião insere uma pequena câmera na articulação do quadril. Essa câmera exibe as imagens em um monitor de vídeo e o cirurgião usa essas imagens para guiar instrumentos cirúrgicos em miniatura. Como o artroscópio e os instrumentos cirúrgicos são finos, o cirurgião pode usar incisões muito pequenas em vez da incisão maior necessária para a cirurgia aberta. Isso resulta em menos dor para os pacientes, menos rigidez nas articulações e, muitas vezes, reduz o tempo de recuperação e retorno às atividades.

O procedimento

No início do procedimento, a perna do paciente é colocada em tração. Isso significa que seu quadril será afastado do encaixe o suficiente para que o cirurgião insira os instrumentos, veja toda a articulação e execute os tratamentos necessários.



Após a tração ser aplicada, o cirurgião fará uma pequena punção no quadril para o artroscópio. Por meio do artroscópio ele pode visualizar a parte interna do quadril e identificar danos. Imagens do artroscópio são projetadas na tela de vídeo mostrando ao cirurgião a parte interna do quadril e permitindo a identificação de anormalidades. Dessa forma, o cirurgião avalia a articulação antes de iniciar qualquer tratamento específico.

Os instrumentos são bem finos, permitindo incisões pequenas.

Com o problema claramente identificado, o cirurgião pode então, inserir outros pequenos instrumentos por meio de incisões separadas para repará-lo. Uma série de procedimentos pode ser realizada, dependendo do diagnóstico e da condição da articulação do paciente. Instrumentos especializados são usados ​​para tarefas como barbear, cortar, agarrar, passar suturas e amarrar nós. Em muitos casos, dispositivos especiais são usados ​​para ancorar os pontos no osso.

A duração da cirurgia depende então, do diagnóstico feito pelo cirurgião e dos procedimentos necessários para reparar a articulação. No final da cirurgia as incisões artroscópicas podem ser costuradas ou cobertas com fitas de pele e um curativo absorvente é aplicado no quadril.

Recuperação

Geralmente a artroscopia de quadril não exige mais que um dia de internamento, porém, o paciente precisa seguir as orientações do cirurgião para uma boa recuperação. Após o procedimento podem ser necessárias algumas mudanças no estilo de vida, como trocar exercícios de alto impacto - como corrida - por atividades como natação ou pilates, por exemplo. Para alguns pacientes é possível, entretanto, retorno às atividades completas após a artroscopia.