Responsável Técnico: Dr. Gladyston Matioski CRM 21048/PR

Artrose do Quadril atinge cerca de 10% dos brasileiros

Ao realizar cirurgia de Prótese de Quadril, indicada em alguns casos de artrose, o paciente pode caminhar a partir do segundo dia com auxilio de andador.

A articulação do quadril consiste em uma articulação formada pelo acetábulo e a cabeça do fêmur. Essas estruturas são envoltas por diversos músculos, tendões, ligamentos e outras estruturas que permitem que os movimentos sejam feitos.

Se de repente, ao caminhar, correr e se exercitar, uma pessoa começa a sentir uma dor que começa na virilha e irradia para o quadril, ela pode ter artrose de quadril, doença que atinge principalmente pessoas idosas. A artrose acomete a cartilagem articular, sendo caracterizada pela neoformação óssea nas superfícies e margens ósseas.

Os primeiros sintomas podem ser um leve desconforto na região da coxa, porém, com o passar do tempo, a dor pode intensificar e causar rigidez. Quando finalmente o tecido cartilaginoso está desgastado, o movimento passa ser muito doloroso. O problema atinge em média de 5 a 10% da população, preferencialmente as mulheres com idade superior a 55 anos.

Embora essa patologia seja provocada pela deterioração da cartilagem, alguns fatores podem estar envolvidos no surgimento da doença. Entre eles: a idade avançada, obesidade, sobrecarga articular, displasia do quadril, sequelas de traumas, doenças inflamatórias articulares e processos infecciosos.

O tratamento conservador da artrose do quadril, envolve medicamento e fisioterapia. A cirurgia, costuma ser indicada quando medidas conservadoras já não têm efeito significativo, por conta de o desgaste articular já ser muito severo. Nesses casos, pode ser necessária uma Artroplastia Total do Quadril, mais conhecida como Prótese do Quadril. A cirurgia de Prótese do Quadril tem pós-operatório com melhora imediata e alivio da dor, conseguindo caminhar a partir do segundo dia após a realização do procedimento.