Responsável Técnico: Dr. Gladyston Matioski CRM 21048/PR

Impacto Femoro-Acetabular


Uma causa comum de dor no quadril é o impacto entre o fêmur e o acetábulo (bacia). A cabeça femoral "raspa" no rebordo acetabular podendo levar à lesões do labrum e da cartilagem dos quadris.

Mais frequente em adultos jovens, principalmente nos praticantes de atividade física (corrida, futebol, tênis, etc.). Dor é a principal queixa, em geral maior durante atividades físicas. Outras queixas incluem: déficit dos movimentos, travamento e estralos no quadril.

Existem dois tipos de deformidades que provocam o impacto femoroacetabular (IFA) tipo came e tipo pincer. A deformidade tipo cam é caracterizada pelo contorno anormal da transição entre colo e cabeça femoral. A deformidade tipo pincer representa a cobertura excessiva da cabeça femoral pelo acetábulo.

Normalmente, o diagnóstico é confimardo com exames de imagens (raio-x, tomografia e ressonância magnética). Mesmo assim é essencial procurar um médico especialista em quadril para um exame físico minucioso e acompanhamento.

Cada vez mais estudos científicos demonstram que o contínuo atrito entre a cabeça femoral e o acetábulo podem levar a alterações degenerativas graves dos quadris (artrose).

No início do quadro clínico podemos realizar tratamento conservador (medicações, parar atividade física e fisioterapia). Mas com a evolução dos sintomas o IFA constitui a principal indicação de artroscopia do quadril.